terça-feira, 9 de outubro de 2007

MOINHO TRADICIONAL DO FAIAL

MOINHO DA LOMBA

Da lomba, lembro o moinho
que remói meu coração,
vejo as velas, pergaminho
a desfraldar com carinho
histórias do meu torrão.

Suas pedras ainda erguidas
na espalamaca altaneira
lembram histótrias esquecidas
de muitas gentes partidas
p'ra tanta terra estrangeira.

Vejo-o soprar a tristeza
e reviver a saudade,
que a mó vai esmagando
e vai no ventro suprando
o tempo da mocidade.

E nessa ilha singela
onde a vida não perdoa,
do peitoril da janela
vê passar em sua vela
o dia a dia que voa.

Que suas varas partidas
e suas velas rasgadas
sejam do tempo as ermidas
de tantas obras perdidas
nessas terras isoladas.

Foto e Poema: Fernanda
Posted by Picasa

17 comentários:

O Sibarita disse...

Ô coração apaixonado meu Deus! kkk E é é fia? Hummmm.... belo poema!

bjs
O Sibarita

Claudia Perotti disse...

Adoro imagens de moinhos ... esta é fantástica e com teu texto fica magnífica!

Beijinhossss

O Sibarita disse...

Ah sua menina não conheço sua Ilha não! Quem sabe um dia?

Obrigado pelas palavras no nosso blog.
bjs
O Sibarita

Tiago R Cardoso disse...

E diga-se uma excelente foto e um grande, grande poema.
Vou-me acomodar e apreciar o post.

Maria Clarinda disse...

Que lindo...e a foto idem!
Jinhos mil

arealmar disse...

moinhos fantasias do tempo
beijo

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel bir site.

Tozé Franco disse...

Bonita imagem, excelente texto.
Um abraço.

Dad disse...

Gostei de olhar e ler os teus blogs. Muito bonitos. Obrigada pela visita às minhas pinturas.

Bjs,

SentidoS disse...

Olá Fernanda!
Agradeço a ternura das tuas palavras no meu canto. Fernanda! Perguntas-me se conheço a tua terra, o Faial? Amiga, eu sou do Pico, das Lajes nomeadamente, agora imagina de que forma conheço a tua ilha...rsrs...coincidência não é? Agora moro em S.Miguel, saí do Pico há uns anos, mas já estive de férias lá este ano, aliás, como todos os anos. Certo é, que quem vai a Pico também dá um saltinho à Horta, e vice-versa claro, não fossem estes dois "diamantes" divididos por 35m de cruzeiro ou 10 de avião. Bem, amiga, deixo-te um beijo sentido, e agradeço a indicação que me deste para visitar este cantinho...

poetaeusou . . . disse...

*
recordei
a terra
conquistada ao mar,
holanda,
,
as tulipas,
*
ji
*

missixty disse...

Linda foto e bonito poema! Parabéns!
beijinhos miss

Lusófona disse...

Olá Fernanda!! Adoro moinhos! Eu e a minha máquina fotográfica somos inseparáveis e sempre que vejo um moinho tiro fotos =o)

O Poema está belíssimo!

Beijos e fica bem

Entre linhas... disse...

O poema é bastante bonito,quanto á foto,não comento,apenas absorvo estas lindas imagens que apaziguam a saudade da minha linda terra...o cantinho mais ocidental da Europa.
Bjs Zita

Um Poema disse...

Fernandinha,

A fotografia está boa, mas gosto ainda mais do poema.

Um abraço

@ir@ disse...

Adoro as tuas imagens.
Os poemas tambem.
Como tal eu continuo com as minhas flores.

beijos Fernandinha

Papoila disse...

Que bela imagem, e belo poema o teu ... mostrando a ilha dos teus sentires.

Beijos
BF